Entrevista com um ladrão

23 junho, 2008

Bom galera, esse texto eu vi em um outro blog há um certo tempo atrás e tinha até separado para postar aqui, mas fiquei sem tempo e acabei esquecendo, só lembrei agora. Bom, enfim, deixei algumas partes iguais ao original e outras mais pessoais dei uma mechida afinal, se fosse pra copiar tudo era mais fácil deixar só o link para vocês.

É até um pouco surreal o conteúdo da tal entrevista, mas sendo falsa ou não vale pelo simples fato de nos fazer pensar nestes pontos. 

PERÍODO PREFERIDO
“Prefiro furtar de manhã. É quando todo mundo está com menos cuidado com as coisas”.

TRAVAS
“Travas segredos e alarmes são ridículos. Antigamente, alugava um carro para estudar como funcionava. Hoje nem faço isso.”

DESMANCHE
“Nunca desmontei carro. Odeio sujar a mão. Sempre trabalhei sozinho, por encomenda. Já entrei em Concessionária, de terno, para ver o endereço e para onde iria o carro, ficava de campana (vigiando) e roubava. Já roubei muito carro que o pessoal da Concessionária me entregou.”

BUSCA
“Para quem tem o carro furtado, o ideal é procurar num raio de três quilômetros da vizinhança, pelas ruas menores, menos movimentadas.”

DESTINO DOS CARROS
“Este negócio de Paraguai é lenda. Ninguém vai levar carro roubado para lá. No Paraguai, o máximo que acontece é gente que entrega a uma pessoa, ela leva o carro até lá, vende no mercado negro e manda chave e documento de volta para ele dar a queixa de roubo. E são poucos. O mais comum é o carro ir para o interior, onde não há fiscalização. Boa parte dos carros é cortada por ferros velhos. Aqui no Rio são todos na Dutra. Mas hoje em dia 50% das comunicações são falsas. Quase tudo é golpe na seguradora.”

ENCOMENDAS
“Eu tinha encomenda para o resto da vida. Mas se disser quem é me complico. É melhor ser um preso vivo, que um morto em liberdade.”

TRÁFICO
“Esses roubos armados estão sendo feitos por pessoas que estavam notráfico de drogas ou em quadrilhas que, por algum motivo, foram para o roubo de carro. Acho que foi porque a Polícia está dando em cima nestes crimes, porque não está fácil passar carro roubado. O mercado está concorrido.”

CARRO ROUBADO
“Já tive carro roubado. Nem procurei. Roubei outro e fiz um duble na hora.”

CONSELHOS
“Se a pessoa não quiser ter o carro furtado, não deixe nada dentro visível. Na minha mente doente, sempre acho que tem dinheiro, ouro, jóia, ali. Não equipe muito o carro, porque assim se ganha mais dinheiro. Além de vender o carro, ainda vendo os acessórios. Não coloque em rua calma demais.”

PREÇO
“Numa Blazer do ano, paga-se R$ 10.000,00, se você vender no interior. Se você passar para um atravessador, fica com uns R$ 4.000,00 ou R$ 5.000,00.. Quando não dá para passar, algumas pessoas fazem o golpe com a Recuperadora. O ladrão fica com 3,5%, o recuperador com 3,5%, a Empresa com
3%, dos 10%, que a Seguradora paga.”

JUSTIÇA
‘Meu crime é igual a roubar uma carteira de uma bolsa. Vou ficar preso por um tempo, uns dois anos, mas vou sair. Infelizmente a justiça é assim.”

PROFISSIONAIS
“No Rio só existe uns dez profissionais no furto. São pessoas comuns, que vivem disso. Hoje sou mais uma lenda, mas já furtei seis carros por dia.”

DOM
“O furto é cara de pau. A pessoa não pode vacilar. Levo dez segundos para entrar no carro e ninguém percebe. Tenho dom.”

DESAFIO
“Se um fabricante quiser, coloca um carro aqui no pátio (da Delegacia) e, se eu não abrir, faço propaganda da Empresa dele, dizendo que a trava de segurança funciona. As montadoras fazem códigos para vender carros mais caros, mas os delas são os mais fáceis de furtar. A melhor coisa a fazer é ter Seguro.”

AUTOCONFIANÇA
“Não existe carro que eu não roube. Motor não tem vontade própria e não ama o dono. Se você der energia e combustível, ele vai andar.”

 

Iria até dar umas outras dicas, mas pensando bem são desnecessárias pois acredito que todos já saibam disso, como por exemplo:
Nunca reagir a assaltos.
Andar sempre atento.
Evitar parar em semáforos durante a noite.
Não deixar informações pessoais visíveis dentro do carro.

Bom, acabei dizendo a maioria delas mas como diria meu pai “o que abunda não prejudica”.

Fonte: Descência do Indescente

Anúncios

Os 10 carros mais caros do mundo

22 maio, 2008

Pois é pessoal eu sei que eu ando ausente desaparecido postando pouco, é que tem sido um corre-corre nas ultimas semanas. Novas idéias pro blog surgindo, acho que agora as coisas vão melhorar por aqui.
Mas, sem muito nhê-nhê-nhê vamos ao post.

Se tem uma coisa que adoro, é listas. Qualquer uma, sempre é bom os 10 mais alguma coisa. Espero que vocês gostem dessa:

1) Ferrari 250 GT SWB California Spyder de 1961US$ 10,976 milhões
Essa beleza foi arrematada por nada mais nada menos que US$ 10,976 milhões, pelo Dj inglês Chris Evans em um leilão promovido na sede da Scuderia italiana em Maranello. O carro já pertenceu ao ator da década de 60 James Coburn, famoso por interpretar o espião Derek Flint.

2) Ferrari 330 TRI/LM 1962US$ 9,3 milhões
A vencedora de Le Mans em 1962 dirigida por Phil Hill e Olivier Gendebien, correu também em outros circuitos como Bridgehampton e Sebring até que sofreu um acidente em Le Mans no ano seguinte e depois passou a ser usada como carro particular.
Em 2005, ela foi posta em leilão por US$8 milhões, mas não houveram compradores, em 2007 foi posta à venda de novo e conseguiu a soma 9.3 milhões de dólares o que a tornou o carro mais caro do mundo até a chegada da 250 GT logo acima.

3) Ferrari 340/375 MM 1953US$ 5,7 milhões
Competiu na Carrera Panamericana, uma das maiores provas do automobilismo internacional, realizada no México no início da década de 1950.

4) Shelby Cobra 1966 – US$ 5,5 milhões
Com apenas duas unidades produzidas, o veiculo foi arrematado em 21 de janeiro de 2007. O exemplar arrematado no leilão era usado pelo próprio construtor, o famoso Carroll Shelby.

5) Ferrari 250 GT 1959 Berlinetta “Tour de France” – US$ 4,95 milhões
Pilotada por Bob Grossman nas 24h de Le Mans, o carro passou por diversas modificações e venceu por diversas vezes até ser “aposentado”.

6) Bentley 4 1931 1/2-Liter Supercharged US$ 4,51 milhões
Foram fabricados apenas 50 unidades desse supercharged eventualmente conhecido como “Green Hornet” pela sua pintura verde e sua traseira. O comprador Bill Klein presenteou sua esposa, Ann com o carro que foi o seu favorito ate o dia da sua morte.

7) Ferrari 250 GT LWB California Spyder 1959US$ 4,455 milhões
E eis que temos mais uma Ferrari 250GT.

8 ) Duesenberg SJ Town Cabriolet 1935US$ 4,4 milhões
No ano de fabricação estabeleceu o recorde de velocidade ao percorrer 5.235 quilômetros em 24 horas com a incrível média de velocidade de 218 km/h. Foi arrematado por Harry Yeaggy.

9) Delage D8S Coupe Roadster 1933US$ 3,74 milhões
É difícil para os grandes colecionadores, ou não, não notar toda a sensualidade do design pré-guerra que estão presentes nesse carro.

10) Ferrari 512S 1970US$ 3,564 milhões
Foram fabricados apenas 25 modelos, com números de chassis entre 1002 e 1050. Dessas, 19 correram em Le Mans cinco delas sendo Spyder (versão aberta).

Fonte: Lista10.org